Novo modelo de ventiladores pulmonares será 90% mais barato que o convencional

O novo modelo de ventilador pulmonar para tratamento de pacientes graves com Covid-19 - em fase de desenvolvimento pela Coppe-UFRJ em parceria com a Petrobras - será 90% mais barato que o equipamento convencional
ventilador

O novo modelo de ventilador pulmonar para tratamento de pacientes graves com Covid-19 – em fase de desenvolvimento pela Coppe-UFRJ em parceria com a Petrobras – será 90% mais barato que o equipamento convencional.

Por serem menos complexos, os novos modelos podem ser produzidos mais rapidamente e em larga escala. Para se ter uma ideia, cada nova unidade custará R$ 5 mil, ao passo que o ventilador convencional de mercado custa cerca de R$ 50 mil.

O projeto já foi aprovado com sucesso em ensaios de desempenho e segurança e passará por outras etapas ainda, como testes com pacientes.

O objetivo da iniciativa é acelerar o atendimento às demandas hospitalares por esse equipamento, considerado vital para o tratamento de pacientes graves de Covid-19. Como a cadeia de suprimentos envolvida na fabricação dos protótipos é mais acessível, os custos são reduzidos.

Colaboração da Petrobras

Para viabilizar o projeto, nossos especialistas prestaram consultoria técnica em propriedade intelectual, ajudaram na elaboração de especificações de componentes, além de terem aplicado metodologias ágeis na gestão do projeto.

O apoio incluiu ainda suporte na elaboração da documentação do projeto enviado à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e colaboração na busca de fornecedores de componentes para a produção dos ventiladores mecânicos em larga escala.


Na primeira etapa, mobilizamos ainda nossas impressoras 3D na fabricação de protótipos de componentes, assim como disponibilizamos as dependências do nosso Centro de Pesquisas (Cenpes) para fabricação de válvulas para testes.

“O custo reduzido e a possibilidade de produção em larga escala, num curto intervalo de tempo, são os grandes diferenciais dessa iniciativa. É preciso deixar claro que o projeto não possui a pretensão de alcançar o nível de sofisticação de um ventilador convencional, mas, sim, viabilizar, em caráter excepcional, o atendimento dos pacientes de Covid-19 que precisam de ventilação assistida que, por algum motivo, não possam ser atendidos por um ventilador convencional”, disse o líder do projeto na Petrobras, Gilberto Xavier.

Próxima etapa: teste em pacientes

“A estimativa é que o equipamento possa ser testado em pacientes o mais breve possível. Os ventiladores não serão comercializados, mas distribuídos para os hospitais e posteriormente doados ao Sistema Único de Saúde”, afirmou o professor da Coppe, Jurandir Nadal, coordenador do projeto.

fonte : https://nossaenergia.petrobras.com.br/pt/sustentabilidade/novo-modelo-de-ventiladores-pulmonares-sera-90-mais-barato-que-o-convencional/

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Nuvem de tags

Mais Posts

voto consciente

Voto Consciente

O voto consciente é fundamental para que vivamos em uma cidade, estado e país onde a população possa confiar nos seus representantes e receber tudo

Outubro Rosa

Outubro Rosa: O que Devemos Fazer?

Neste mês em que vivenciamos o “Outubro Rosa”, nosso personagem, o Vereador Serginho, vem lembrar da importância da prevenção ao câncer de mama. A recomendação

Setembro Amarelo

Setembro Amarelo

Está em andamento neste mês a campanha Setembro Amarelo, de prevenção ao suicídio, considerado um problema de saúde pública. Todos os anos, 12 mil pessoas

Projeto FORME

Projeto FORME

É preciso reconhecer o esforço e conhecimento de Sérgio Franklin para conduzir bem os projetos e trabalhos voltados para área do empreendedorismo. Pude acompanhar de